Corrente Russa

O que é Corrente Russa

A corrente russa é um aparelho de eletroestimulação, desenvolvida pelo russo Yakov Kots nos anos 80. A corrente elétrica utilizada é assimétrica, de baixa frequência, baixa voltagem e pequena intensidade é uma forma de massagear as áreas do corpo através de impulsos elétricos.A flacidez é a falta de tonicidade da pele gerada pelo enfraquecimento das fibras colágenas e elásticas que sustentam os tecidos do organismo. ocorre por diversos fatores, entre eles estão as influências genéticas, ambientais, sedentarismo, tabagismo, excesso de sol, distúrbios hormonais, obesidade e gravidez com isso as aplicações de corrente russa visam enrijecer e tonificar a musculatura, porém muitas vezes é esquecido que ela deve ser usada em conjunto, tendo que haver contração muscular voluntária ao mesmo tempo.

Como funciona a corrente russa na estética

O aparelho de corrente russa é composto de vários eletrodos que devem ser posicionados estrategicamente nas regiões a ser tratada. A corrente russa irá promover um estímulo que gera uma contração involuntária do músculo. O ideal é sempre que este estímulo elétrico vier, o indivíduo faça uma contração do músculo ao mesmo tempo.

Benefícios da corrente russa na estética

O principal benefício da corrente russa na estética se concentra na tonificação muscular, já que cada sessão proporciona um efeito perfeito para o corpo. A eletroestimulação pode recrutar 40% a mais das fibras musculares do que no exercício comum, praticadas de forma correta, mas para que a corrente russa seja realmente eficaz é importante contrair o abdômen ao mesmo tempo, porque assim todas as fibras do músculo reto abdominal podem ser trabalhadas. dentre outras vantagens do uso da corrente russa na estética está a capacidade de aumentar o volume muscular, contribuindo para que haja definição nessas áreas, além de promover a circulação sanguínea, drenagem linfática e combater a flacidez.

Tempo de duração do tratamento com Corrente Russa

Os estímulos elétricos são aplicados por entre cinco e 20 minutos, mais do que isso pode ocasionar fadiga muscular. O número de sessões por semana é variável dependerá da necessidade de cada caso, pois pessoas mais flácidas precisarão de um número maior de sessões. Geralmente o tratamento com corrente russa é feito duas ou três vezes por semana iniciando-se com um total de 10 a 20 sessões.

Indicações

A corrente russa é indicada em casos de flacidez da pele, celulite, melhora do tônus muscular do rosto e corpo, pós-parto, pós emagrecimento e pré e pós-lipoaspiração.

Contraindicações

O processo é contraindicado na gravidez.
Portadores de marca-passo.
Doenças cardiovasculares.
Problemas de pressão.
Problemas renais crônicos.
Epilepsia.
Patologia pulmonares.
Cuidados antes da corrente russa
Não há cuidados que precisem ser feitos antes das sessões de aplicação da corrente russa.
Cuidados após corrente russa
Atividade física e alimentação saudável.

Compartilhe